+55 21 974 007 232
+55 21 974 007 232

Como pegar o VLT no Rio de Janeiro

Hoje vou falar para você sobre o VLT do Rio.

O Veículo Leve sobre Trilhos, ou VLT, como é conhecido, é uma espécie de bonde que anda na superfície, nas ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro. É uma ótima forma de transporte para quem quer andar no centro, ir para a rodoviária, aeroporto Santos Dumont, Cinelândia ou até a Central, que é a maior estação de trem do Rio.

O VLT é bem agradável de usar. Tem ar-condicionado, é bem limpinho, seguro e tem janelas bem amplas, o que possibilita que a pessoa possa observar os arredores. Ótimo né? Principalmente se você estiver turistando na cidade.

O VLT só aceita o RioCard, que é um cartão que também pode ser usado no metrô e no ônibus. A viagem custa R$3,80. O VLT pode ser recarregado nas máquinas de venda e recarga que estão nas estações de VLT. Para usar o VLT, você deve validar com o cartão nos totens que estão dentro do bonde.

O horário é de 6 da manhã até meia noite. As duas linhas.

Fiscais a todo momento estão dentro dos bondes e conferem os RioCards das pessoas. Caso a pessoa não tenha pagado, ela fica sujeita a uma multa de R$170. Logo, fique esperto, não pagar pode sair caro.

As máquinas de compra aceitam dinheiro ou cartão, mas não dão troco. Não há bilheterias com atendimento pessoal, só virtual através da máquina.

Há alguns pontos de interesse que o VLT passa:

  • A Cinelândia, com o Teatro municipal, Museu de Belas Artes, Biblioteca Municipal, Cine Odeon, Amarelinho.
  • Praça XV, próxima a estação das barcas.
  • CCBB, que fica na Primeiro de Março, paralela a Rio Branco, onde o VLT passa.
  • Candelária
  • Praça Mauá, onde fica o Museu do Amanhã
  • Boulevard Olímpico, onde fica os grafites de Eduardo Kobra e o Aquário do Rio, o AquaRio.
  • A praça Tiradentes. Onde acontecem alguns blocos de carnaval conhecidos. E também próximo ao Real Gabinete Português de Leitura.
  • Confeitaria Colombo.